quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Drylands: o inicio do fim


Por Yarles Silva e Danilo Borges
Nas areias do deserto, debaixo do sol e seu calor escaldante, a cidade de Sivia, famosa por seu mercado, daonde pode-se achar mercadorias vindas de toda a parte do mundo. Ao leste as cidades élficas se erguem como se fossem oásis no meio da vastidão de areia a perder de vista.
A oeste os anões erguem suas preciosas construçãos repletas de colunas e produzem o tão cobiçado vidro mitral. Ao sul, as tribos nômades de orcs devastam povoados e espreitam novos territórios montados em seus escorpiões gigantes.
Mas, embora tudo pareça calmo e rotineiro, tudo esta para mudar pois um expedicionista humano chamado Selray, acaba de encontrar na escavação de um templo antigo um rolo de papiro cravejado de joias, ele se senta, ofegante, suado e cansado mas ansioso para analizar sua descoberta, ao desenrolar ele percebe que a escrita é no idioma antigo utilizado pelos extintos alto elfos do deserto, estes grandes sacerdotes que serviam aos deuses confinados em construções piramidais, Selray estreita os olhos para conseguir ler:
há muito este dia foi adiado, estou velho e fraco, não posso mais guardar o templo ou cumprir minha obrigação de servo, já que os outros sucumbiram ao mal e foram destrinchados vivos por suas propias crias. A força já começa a me faltar, os deuses estão mortos, tudo foi em vão. Se eu pudesse imaginar que tão grande mal iria se suceder, se eu pudesse ter feito algo para salvar aqueles a quem eu tanto servi. Mas o mal ainda vive, e espalhara sua sombra por todas as terras desse mundo, nada poderá dete-lo, o assassino de deuses, mas eu posso retarda-lo, selarei aqui o mal, o mal que nenhum ser pode enfrentar, e cair com ele no esquecimento.
Selray, ainda estava boquiaberto, os deuses mortos? Se aquele pergaminho estava certo os deuses morreram a séculos. Selray se levantou e olhou para Sivia ao longe, se aquilo estava certo e ele conseguisse mais provas de sua descoberta ele seria rico! Quanto o pagariam por esse pergaminho e pelas provas do que aconteceu aos altoelfos do deserto? Ele sorriu estupefato, ele voltaria ali, arrumaria um grupo de aventureiros e os faria descer ate as pirâmides soterradas pela areia e ficaria rico!
Selray pôs se a caminhar ate seu camelo, ele não sabia o mal que estava preso naquelas ruinas.
Yarles Silva
Eae pessoal, como vocês já sabem, a uns meses atrás eu postei aqui uma classe chamada de elfo louva a deus, e seguidamente Danilo borges postou o anão escaravelho. Juntamos um mais um e olha só, nasceu a iniciativa Drylands, um cenário para 3d&t ambientado no deserto que já conta com três raças, o elfo louva a deus, o anão escaravelho e o orc do deserto, é claro sem falar nos humanos. Mas o que ela precisava mesmo é de um vilão, e é o que eu pretendo dar a ela. Imagine se os deuses morressem? E quem teria poder para mata-los? Bem, se vocês quiserem que eu continue esta historia, por favor digam, e se quiserem participar da historia que não tem fins lucrativos alias, envie seu nome, crie um personagem, quem sabe Drylands além de cenário não vira o conto oficial do ceifador rpgista, bem pessoal espero que tenham gostado, fiquem com deus e Fika a Dika!


A genialidade por tras de cristophernolan e a trilogia batman


Eae, eae, Salve, Salve pessoal! Yarles Silva aque de volta para vocês, e hoje eu quero fazer uma analise que me ajudou e pode ajudar você e muito.
Você é um mestre de RPG, você de certa forma é como uma maquina de jogo, ou diretor de serie ou filme, então porque não tirar lição de um?
CrhistopherNollan, é um dos meus diretores prediletos, na verdade é o predileto, ele além de fazer um trabalho maravilhoso em a origem(ou inception no original), ele conseguiu erguer um heroi que foi muito ridicularizado por causa de uma serie, o batman, e mais recentemente conseguiu redmir o fiasco de superman o retorno (que o vilão, para min não é o lex Luthor, é o avião cara, serio mermo), com o homen de aço (steelofman no original).
Para min o ápice do Nollan foi a trilogia batman, e dessa trilogia e da estrutura dela a gente pode tirar importantes dicas para RPGs.
1.      

A bomba relógio
Lembra do primeiro filme? batmanbegins? A maquina do RhasalGhull ia destruir a cidade se chegasse a torre Wayne, e do dois? Batman o cavaleiro das trevas, o coringa deu um prazo para explodir as barcas se a galera não se explodisse, e no 3(literalmente uma bomba), batman o cavaleiro das trevas ressurge, eles tinham que parar a bomba nuclear antes que ela explodisse. Não importa o cenário do seu RPG, se você colocar um limite de tempo a coisa vai pra outro patamar, não precisa ser necessariamente uma bomba, mas algo, qualquer coisa que precise ser impedida ate aquele determinado tempo ou vai resultar em algo catastrófico.

2.       Motivação
Bruce Wayne teve uma motivação para se tornar o batman, e teve uma historia bem construída antes de passar a se tornar o cruzado encapuzado, talvez já teja na hora, dependendo do estilo de jogo, dos players fazerem uma historia bem melhor do que perdi a memoria.
3.       Cavalgada para o amanhecer e a morte
É bem isso ae mano, principalmente no batman 3, embora isso exista em todos os outros também, esse fator fica mais nítido. O batman sabia que poderia não voltar vivo daquela guerra contra o Bane e o pessoal do blackgate, deixe bem claro para os players aonde eles estão se metendo, vencer o vilão no final nem sempre quer dizer que o personagen do jogador vai ver o sol se pôr mais uma vez.

 Bem, tem um bilhão de fatores mais na trilogia batman, mas para min estes 3 foram os que mais se destacaram. Espero ter ajudado, fiquem com deus ae pessoal, Fika a dika!


quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Como fazer um bom... The end



Eae, eae! Salve, Salve pessoal! Yarles Silva aque de volta para vocês! E hoje eu quero falar sobre um assunto muito importante no rpg: o the end.
Beleza, vocês se cansaram de matar dragões, correr por masmorras, ou de salvar o mundo ninja, então surge a ideia de jogar outro RPG, ou de começar com novos personagens, mas vamos analisar a situação.
Nada contra querer dar uma variada no RPG mas, vocês passaram um tempo do caramba interpretando um personagem em uma aventura épica para ir e... acabar do nada?
Se fosse um filme? ou uma serie? Se dr. House fosse cancelado no penúltimo episodio da serie? se naruto acabasse com madara ainda vivo e sem haver o desfecho da guerra? se em lord of rings Tolkien tivesse abandonado o projeto na metade? Mas RPG não é um filme, você me diz. Mas eu digo, RPG tem algo em comum com todos esses títulos que eu citei: RPG e uma historia.
Converse com seus players para narrar uma ultima sessão, um final para a historia, além do mais nossos personagens por mais que seja um jogo, merecem um pouco de respeito, não acha?
Mas, beleza, o pessoal topou, ai ficou a bronca, como preparar um bom final? Não tema! Deixa eu passar umas dicas para vocês:
1.       É o capitulo final então, ponha isso na sua cabeça, não pode ser uma aventura comum cara, então cancela os orcs costumeiros e as coisas de sempre, você vai ter que se superar dessa vez.
2.       Defina o vilão. Se a historia já tiver um vilão fatal pra ser derrotado, tudo bem, mas se não, crie um novo e lembre-se de dar uma explicação logica para ele querer ferrar com os caras.
3.       Esqueça o passado. O passado não era verdade, o líder do grupo morreu na segunda sessão? Errado! Era tudo um plano, ele forjou a morte e era um espião inimigo, toda grande saga tem sempre um segredo a ser revelado no fim: Luke, eu sou seu pai.

4.       Todo mundo pode morrer, é cara qualquer um do grupo pode vir a óbito, é o capitulo final, quer queira ou não, acidentes acontecem, e um teste de morte pode acabar dando 6...
5.       Os objetivos serão concluídos aqui. O que fulaninho quer e vingar a honra da família matando aquele espadachim desgraçado? Faça o espadachim trabalhar para o vilão. Não deixe pontas soltas do objetivo de ninguém, é hora de matar ou morrer.
6.       A batalha sera de proporções titânicas!!! Lord of rings, Harry potter, a batalha do apocalipse, the maze runner, pense no desafio mais absurdo e avacalhado de seus players vencerem, multiplique por dois e deixe apenas uma pequena margem de sucesso no que quer que seja a missão final.
7.       Chega de joguinhos. Deixe os players mais soltos nesse capitulo, o vilão aparecera mais, as tramas serão reveladas.
8.       Remeta ao inicio, volte as origens, ligue a ultima missão as primeiras, explique o porque no jogo, o retorno da liga das sombras, o retorno ao labirinto da wicked, traga o passado para o agora!
9.       Uma formula bastante interessante que eu notei para se utilizar no final é o agente duplo duplo. Lemba do Seveo Snape que era do bem o tempo todo? de Dath Vader e sua redenção? Utilize isto! Talvez o vampirão que chacinou uma cidade duas campanhas atrás tenha feito aquilo para desbaratinar um ritual satânico que ia por fim a vida de todo o mundo do gupo. Deixe os players pasmos com a verdade por tras da verdade!

Bem, pessoal espero ter podido ajudar ae fiquem com deus e Fika a dika!


Mais Magic por aque: terrenos, criaturas e encantamentos

Uh! Eae, eae! Salve, Salve pessoal! Yarles Silva aque de volta para vocês com mais de Magic pros viciados de plantão.
Beleza, os cards são divididos no geral em:
Terrenos-basic land
Criaturas- creature
Encantamentos-enchantament
Feitiços e Feitiço instantâneo-  sorcery or sorcery instant
Instantaneo- instant
 Yarles explica esse troço todo ai maluco, beleza manolo. Primeiro, para saber qual o tipo da carta observe embaixo da gravura do card, vai ta escrito la de que tipo ela é. Dai fica mais fácil é so saber pra que cada uma serve.
Primeiro, terrenos:

Pra explicar o que e terreno eu tenho que explicar a logica do magic logo, imagine que você e seu adversário são dois magos poderosos se enfrentando, vocês podem desde invocar criaturas a invocar poderosos feitiços e encantamentos retirando a mana da natureza para conjurar tudo isso. Pronto, um terreno e um card que vai te dar um de mana. Ele fica em campo após jogado e uma vez por turno pode te dar um de mana. Só se pode jogar um terreno por turno, e é nele que é baseada toda a logica do jogo, se seu deck for um deck padrão de 60 cartas eu recomendo ter de uns 20 a 23 terrenos e ao menos que você seja burro NÃO VA JOGAR SEM TERRENO NO DECK SENÃO NÃO VAI DAR PRA FAZER NADA INFELIZ!!!!!! Entendeu?
Segundo, criaturas

No topo da carta, acima do nome, geralmente em toda a carta que não for um terreno haverá alguns símbolos e números, esse e o custo da invocação que eu vou explicar melhor mais a frente por que envolve a logica de cores de cartas que veremos mais tarde. Tenha em mente que para você invocar um monstro você vai ter que gerar uma quantidade de mana igual a pedida no card. Se pode invocar quantos mostros se quiser por turno contamto que tenha mana suficiente para isso. Abaixo do card tem um marcador com um numero- barra- outro. O numero da esquerda é o poder da criatura, e o da direita, a vida. Mais tarde eu entro em mais detalhes sobre isso aque.
Terceiro, encantamentos

O nome já diz muita coisa, ele encanta algo, pode encantar desde um monstro há um terreno dependendo da descrição que vem no card. Geralmente maioria dos cards vem com os dados em inglês, então embora no inicio seja difícil, depois você pega o jeito com o tempo. Pode-se jogar quantos quiser em campo contanto que sua mana baste para invoca-los, e geralmente estes cards ao ser acoplados a algum monstro ou criatura eles ficam com o mesmo ate este ser destruído.

Galere, vou parar de novo por aque, depois eu volto falando agora sobre feitiços, cards instantâneos, cores de cartas, tipos de deck, raridades de cartas onde encomtrar cards, habilidades mais comuns, o que é um dealer, combos de cores, enfim!

O ceifador tambem desenha: a estrada de um desenhista

Eae, eae! Salve, Salve pessoal! Yarles Silva aque de volta para vocês, e quem numca arriscou um rabisco numa folha de papel?
Para começar, não venha me dizer que numca desenhou, porque pra começar, a nossa escrita é um conjunto de símbolos que nos desenhamos para nos comunicar, pronto, já calei sua boca para começar. Dai, na escola nas aulas tediosas(quando não estamos jogando RPG como eu e minha turma fazíamos) você arrisca uns rabiscos nas folhas de tras do caderno, tudo bem, vamos adiante.
Dai, alguns de nos deixamos de desenhar, por diversos fatores como falta de tempo ou intereresse, e outros continuam e levam isso como um bom hobye, mas... e apenas mas... tem pessoas que realmente gostam de desenhar a ponto de quererem fazer disso sua profissão.
É, essa postagem é para você, meu jovem, você tem que saber de três coisas que vai encontra por esse caminho:

1.     A sua família quer o “melhor” para você, então é muito provável que eles te apoiem no começo e depois de um tempo sejam os primeiros a te botar pra baixo, vai se acostumando, nessa estrada você vai levar varias facadas dessas e vai ficar muito pra baixo.
2.     O mercado de desenho no brasil não é tão grande como os estados unidos ou o japão, então pra você conseguir trabalhar com isso aque, vai ter que ralar cara.
3.     Pense e repense se você realmente quer isso para você, pois você vai viver disso cara. É o que você vai ser, não é como escolher o que vai querer lanchar na cantina, é o seu futuro.
Mas, se é isso mesmo que você quer, tai umas dicas que eu aprendi nessa estrada:
1.     Se junte com pessoas que tem o mesmo objetivo que você, assim quando você tiver desistindo eles te levantam e você faz o mesmo com eles, além de ser muito melhor de traçar metas, projetos e estar entre amigos.
2.     Gaste dinheiro com o que você gosta. Cara, se você gosta disso mesmo, vai precisar de material para desenhar, mesmo que seja um pedaço de carvão e uma tabua de madeira, se você gosta disso de um jeito de conseguir materiais para se aperfeiçoar nisso, é claro de acordo com o seu bolso. Rsrsr
3.     Estude! Eu sei, você numca achou que ia ler isso aque, mas acontece que é verdade cara, baixe apostilas de desenho, frequente palestra sempre que puder, baixe vídeo aulas do youtube, vire a internet de cabeça pra baixo mas se aperfeiçoe cada vez mais no que você gosta.
4.     Tenha uma meta. Não precisa ser muito grande, fazer uma faculdade de designer, ser aprovado num estagio da Mauricio de Souza produções, publicar um quadrinho na bienal do livro, fica a sua escolha.
5.     Não vai ser fácil, mas lembre-se de uma coisa mano, “aminum forttuna sequitur”: a sorte segue a coragem.


Bem, pessoal, essa e a primeira postagem sobre desenhos e quadrinhos aque então espero que tenham gostado. Fiquem com deus e Fika a dika!

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Um pouco de Magic no ceifador

-Yarles, pode me dar umas dicas de magic?
-...
-Porfavor!
-... tudo bem! Vou te ensinar o verdadeiro Tcg! ...Bota casaco.

Eas, eae! Salve, Salve pessoal! Yarles Silva aque de volta para vocês! E hoje eu vim trazer para vocês um pouco sobre magic the gathering!
O jogo originalmente foi criado por Richard Garfield (não, não é o Garfield que você ta pensando). E ganhou o premio de melhor jogo de mesa em nãomerecordooanoagora, um premio de melhor apresentação gráfica num jogo de mesa e mais um ou outro premio por ae.
Antes que você se exalte e diga: eu vou conseguir todas!!!hahaha!!!! sossega o facho ae, são mais de 17.000 cartas(!!!!!!) já e chegando mais, já que esse ano tem temporada nova.
Para começar, ta ligado Yu-gi-oh? Pronto. Agora fica mais fácil explicar, que nem o yu-gi-oh, as partidas são divididas em turnos, ou seja prieiro sou eu, e depois você, depois eu de novo...
Também, existem pontos de vida e o objetivo do jogo é zerar os pontos de vida do adversário, ao inves de 4000 ou 8000 como no Yu-gi-oh, aqui cada jogador tem 20 pontos de vida(rapaz que pulo hein?).
Para jogar uma partida precisa-se de um deck(ou grimorio como geralmente é chamado), que é um conjunto de cartas, sendo no mínimo 60, e no máximo quantas tu puder embaralhar(bem, eu não aconselho ter um deck de 500 cartas não, ok).

Também tem mais dois jeitos que eu saiba de perder um duelo de magic, o primeiro é não tendo mais cartas no deck para puxar, e o segundo é se você tiver alguma carta apelona que diga que você ganhou.
Para começar um duelo de Magic, se embaralha o grimorio e da para o outro inimigo cortar as cartas. Depois disso os baralhos são devolvidos e se puxam 7 cartas do grimorio cada um, rola-se um dado (ou joga uma moeda, já que é um dado de 2 lados) para ver quem vai começar.
Quem começa o jogo não puxa, após a jogada do mesmo, o inimigo puxa e começa o turno e nele pode jogar, atacar e por ai vai, e logo após o inimigo puxa e começa o turno podendo fazer o mesmo, depois o outro e assim sucessivamente.

Bem, como Magic, assim como o RPG, é um jogo muito extenso para ser explicado em uma só postagem, eu so vou explicar hoje ate aqui, mas calma, não puxe a faca, espada, ou qualquer arma contra min ainda. Eu vou traze mais postagens de Magic aqui se deus quiser, além do mais eu ainda tenho que descrever coisas do tipo: raridade de cartas, cores de cartas, tipos de deck, onde encomtrar cards, o que é um dealer, combos de cores, enfim! Espero que vocês tenham gostado da primeira postagem sobre magic daqui. Fiquam com Deus e Fika a dika!

The lost Canvas- cavaleiros de ouro para o 3d&t: Sisifo e El Cid

Eae, eae! Salve, Salve pessoal! Yarles Silva aque de volta para vocês, com mais duas fichas de cvaleiros de ouro do lost canvas para vocês, El Cid de capricórnio e Sisifo de sagitário:
El cid de capricórnio

F3 h4 a5 r4 pdf7                   pvs e pms=25
protegido indefeso(-3p-Atena),cavaleiro de ouro(3p)
Nova vantagem- cavaleiro de ouro(3pts-como dito anteriormente, deixa o cavaleiro na escala Kioday)
Beleza pessoal, para começar eu tive uma grande surpresa quando vi esse cavaleio porque o nome dele é derivado de um herói espanhol(acho que é espanhol), chamado El Cid o Campeador, cujo eu lera o livro quando era mais novo. Isso me fez gostar muito desse cavaleiro e capricharam bem nele no lost canvas, o que fez dele um dos personagens mais imponentes da serie, mas bem vamos ao que interessa né:

Excalibur- na verdade o nome desse golpe não é excalibur ainda, so mais tarde no cavaleiros do zodíaco nomal que ele já esta pronto e chamado de excalibur. O cavaleio faz uma lamina de energia ao redor de seu braço ou perna que da mais 20 no ataque e é vorpal, sendo que qualquer um que encostar na lamina sem se o cavaleiro já se cotara de tão afiada que ela é. Atenção: eu acho a regra do 3d&t de vorpal avacalhada pra caramba então eu sugiro essa, se obtiver um 6 e dar vopal, role de novo, de 1 a 4 o que foi decepado foi um membro, 5 o tronco e 6 a cabeça, mas deixo a decisão de usar ou não essa regra nas mãos do mestre. Ah e se por acaso estiver em outro plano ou outra dimensão essa técnica pode ser utilizada para rasga-la e trazer o cavaleiro para o plano normal.Custo:5(éee, ele e avacalhado).
Pedra saltitante(ah, va se lascar!)- beleza, essa técnica de nome muito... peculiar,  e uma voadora que da+8 na Fa + metade do ultimo ataque desferido contra o cavaleiro na batalha( se atacaram ele com 20 de Fa, o ataque vai se 10+10). Essa técnica é mais um contra ataque do que ataque para ser mais exato. Custo:5
Sisifo de sagitário
Beleza, a primeira vez que eu vi esse cavaleiro eu disse: eu não gosto desse cara! Haha! Porque? Porque todo o cavaleiro de sagitário se ferra mano!!! No original ele morreu antes da serie começar e no lost canvas o pimeiro episodio que o cara aparece caramba, ele toma uma flecha no peito e fica em coma! Em coma!
Mas , por sorte, não é a ultima aparição dele na serie e depois ele é mais explorado, e se não me engano lidera o ataque ao castelo de hades ou ao lost canvas, mas bem indo direto ao ponto:

F3 h6 a5 r4 pdf7                   pvs e pms=25
Protegido indefeso Atena(-3p), cavaleio de ouro(3p), tiro múltiplo(2p),
Flecha da justiça- todo mundo ta cansado de ver Seya usando isso aque, e Sisifo vai no mesmo caminho. Pa começar essa técnica não tem nome de verdade, mas pode ter duas aplicações: a primeira é da +12 no ataque, e a segunda é: igualar escalas(!!!!!!!!!!!!!!!), isso explica o fato de um cavaleiro originalmente de bronze no cavaleiros do zodíaco normal, sempre matar deuses com uma flechada. Esse ataque no caso vai na escala do inimigo, seja escala, kami, sugoi, tanto faz. Custo da primeira aplicação: 2 custo da segunda:10

Impulso da luz de Quiron- o cavaleiro desperende uma rajada de ventos dourados ao redor, que além de dar +12 no ataque tem a mesma aplicação do soco arsenal, empura o inimigo em metros igual ao valor do dano para tras. Esta técnica também pode ser concentrada em único ponto, aumentando o dano para 20 mas gastando +2 pms. Custo normal: 4 Custo dela concentrada: 6
Beleza galera espero que tenham gostado, porque no próximo eu trago se deus quiser a ficha de Asmita de virgem(o apelão que usa hack)!!!! Fika a dika!


sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

4 musicas para a sua sessão de RPG- (download via 4shared)

Eae, eae, Salve, Salve pessoal, Yarles Silva aque de volta pra vocês. Hoje fiz uns uploads de boas musicas de fundo para vocês utilizarem nas sessões de vocês, pelo 4shared, bem espero que gostem:
chevaliers of sangraal do codigo da vinci:

http://www.4shared.com/mp3/kCkzi6EGba/-cha.html?

lord of the rings, a dos cavaleiros de rohan:

http://www.4shared.com/mp3/cbtyJXoxce/15_lindsey_stirling__lord_of_t.html?

skyrim:


http://www.4shared.com/mp3/RaNX2b1Bce/17_lindsey_stirling_and_peter_.html?

lacrimosa(uma das melhores serio mesmo):

http://www.4shared.com/mp3/tVJYuwvJba/immediate_music_-_themes_for_o.html?

Bem, espero ter ajudado, fiquem com deus e Fika a dika!

Drylands: Orcs do deserto


Eae, eae! Salve, Salve pessoal, Yarles Silva que de volta para voces, com novidades sobre o cenario de Drilands, que ja conta com 2 raças, o elfo louva a deus e o anao escaravelho(ambas podem ser encontradas em postagens anteriores no blogger). Pense comigo quem e a unica raça do mundo que os anões e elfos odeiam em comum? mas e claro que são os Orcs:
Longe das terras elficas e aridas dos elfos louva a deus e das escavações e produções de vidro mitrhal dos anoes escaravelhos, existem tribos nomades dessa raça tao repugnamte que são os orcs, inimigos natos de todas as raças exceto as outras raças globinoides com quem podem constituir aliança.
Os orcs do deserto podem enxergar no escuro muito melhor que um humano não levando penalidade para efeitos de cegueira em ataque corpo a corpo mas a distancia sim. As tribos nomades de orcs não costumam atacar nimguem sem motivo(acredite se quiser), mas quando almejam algum tesouro, oferecem seus serviços a alguem poderoso, são forçados por seu lider ou tem richa com algum povoado, ai a situação e diferente...
estes orcs não confiam em nimguem e um meio orc do deserto para eles é uma abominação que é exilada do bando.
Eles costumam ter os mesmos atributos de um orc comum:
Orc: F1-3, H1-2, R1-3, A0-2, PdF0-1

Mas este é apenas a limitação do orc padrão, o mestre fica livre pra criar orcs com mais pontos e mais ameaçadores.
Sua grande ambição e o vidro Mitrhal dos anões fato que resulta em varios comfrontos entre os dois povos.
Mas a peculiaridade do orc do deserto é a sua montaria. Todo orc tem uma montaria que é um escorpião gigante(héee) que é a unica coisa no mundo que um orc do deserto respeita. Degue ai a ficha do escorpião gigante retirada do bestiario alpha:
Escorpião Gígante
“Alguém me ajude! Ele vai...”
— Harfail, aventureiro imortal
(envenenado)
Uma versão muito maior e mais agressiva do escorpião comum, estes monstros medem até l ,80m de comprimento. Podem ser encontrados em estado selvagem, mas também são usados pêlos homensescorpião como cães de guarda e de caça. Fazem dois ataques por rodada com as garras (FA=F + H + ld), sempre contra o mesmo alvo; se os dois ataques vencem a FD da vítima, esta fica presa e Indefesa contra novos ataques até ter sucesso em um teste de Força.

O escorpião pode atacar qualquer vítima presa nas garras com o ferrão venenoso na cauda, sem precisar
fazer nenhum teste. Além do dano do ferrão (FA=F+1d), a vítima deve fazer dois teste de Resistência +1: falha significa um dano extra de 5 PVs, e um segundo para evitar ficar paralizada por 10- sua r em turnos .
Escorpião-Gigante: F2, H2, R3, A2, PdF0
Membros Elásticos: a cauda do escorpião-gigante pode alcançar inimigos distantes, que estejam a até
lOm, l sem precisar de Poder de Fogo para atacar a essa distância.

Obs: oh galera, no original o veneno do escorpião causava 15 de dano extra e eu tive que modificar isso ja que geralmente orcs so atacam em bando e ia ser um massacre colocar um bando de orcs montado nuns bichos desses na sua mesa.
 bem galera, Fiquem com Deus ae, espero que vocês tenham gostado! Fika a dika!

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

3 Dicas que todo mestre tem que saber...

Eae, eae! Salve, Salve pessoal, Yarles Silva aque de volta pra voces. E hoje, vou continuar a falar algumas dicas para voces serem bons mestres.

Vagabundagem mental
brother, e serio, as melhores ideias nascem do imprevisto. tem sessao amanha? vai ler um livro. tem que fazer ficha de npc?vai escutar musica e tirar um ronco na rede. de um tempo ao seu cerebro, para que a ideias fluam melhor, e não o force muito senão a sessão vai ser uma bosta pode crer.

Improvise
e isso ae, pode acontecer de durante a sessao, um ou outro player tomar uma decisão que você não esperava, o que voce faz mata o cara? não! improvise. não tem o menor problema cara, as vezes fica melhor do que a gente planejou a parada, lembre-se que rpg e uma historia em que todos ajudam a contar.

Recompense
não, nada de tesouros ou coisa e tal. mas sabe aquele player que numca faltou uma sessao, fez trinta paginas de historia pro personagem e interpleta como nimguem o paladino que sonha em um dia ver sua deusa? recompemsa o cara po! faz ele ver a deusa! saiba recompemsar quem merece na sua mesa.

Props
(eu acho que o nome e esse mesmo) são pequenos objetos que a gente da aos players para imitar algo que existe no jogo, pode ser desde um mapa, um amuleto, um potinho com suco de groselha pra dizer que e poção de cura. o pouco tempo que você investir nisso, vai deixar os players muito mais dentro do jogo.
bem pessoal, espero ter podido ajudar. Fika a dika!