Morre demonio!!!! Dicas para mestrar campanhas e aventuras no inferno!

 Morre demônio!!!! Exatamente colega, ou melhor, salve, salve pessoal, hoje queria falar de algo que na maioria das mesas, independente se você esta jogando um medieval, naruto, ou ate teletubyes acaba aparecendo nas sessões de jogo: o inferno. Pensando melhor, teletubyes não.
 Ok, galere, o inferno, o lugar para aonde as almas amaldiçoadas vão depois da morte, o deposito de pecadores, o lugar onde o rubro mora e orever.
 Pois bem pessoal, no livro dos monstros do D&D, é claro há uma parte destinada somente a demônios, os habitantes do inferno, e por algum motivo tem outra destinada aos diabos (porque todo mundo sabe que os dois numca foram a mesma coisa, certo?). Essas duas sessões, mostram diferentes graus de demônios, desde os poderosos balrogs ate os diminutos diabretes, de terríveis diabos de correntes a... sedutoras súcubos (adito é um dos meus monstros preferidos), sessões essas que mostram claramente uma hierarquia de poderes entre essas criaturas.
alguns demonios de D&D

  Já no 3d&t, pelo que vi, no manual dos monstros, o livro não se centra no inferno já bem visto por nós, e sim nos demônios da tormenta, invasores extraplanares que vieram para essa merda tocar o terror, dai fica a escolha, pode-se pegar os demônios de outro sistema para adaptar, ou usar os da torenta, que transformam pouco a pouco, a propia terra em um inferno...
 Dai chegamos, a Tagmar, e sim, ele também é claro tem seu espaço destinado aos seres abissais, no livro dos monstros estão bem divididos em hierarquias como o D&D, estes agrupados em demônio tipo 1, 2, 3... orever, dando lugar também a uma boa visita ao plano da perdição.
 Mas é claro eu não iria esquecer de Mighty blade, para quem não conhece é outro sistema medieval brasileiro muito bom, este, já me rendeu não menos que umas 7 sessões de jogo entre as chamas do inferno, meu player já tava se acostumando a ir la até, dúzias e dúzias de demônios bem descritos, com poderes e enfim, na minha opinião um dos melhores sistemas e cenários para narrar uma aventura ou campanha assim.
 Há inúmeros cenários, que demostram o inferno, por exemplo, supernatural, bleach, naruto(aquele maldito ova), e há ainda cenários que poderiam ser focados apenas no inferno como seria no caso Dantes inferno.
capa de dantes inferno filme

 Entretanto, o inferno é um lugar hostil, perigoso até para aventureiros experientes, e entrar la de cabeça só para dar um rolé não é algo muito recomendável manolo. Há o bom e velho clichê de “alguém que eu me importo muito ou preciso muito morreu e eu tenho que ir pegar a alma do infeliz para trazer de volta a vida”. Entretanto outros motivos podem levar a isso, desde um trabalho que um duque ou alguém poderoso oferece, para ir pegar algo no inferno, ou o clássico acidente, tipo sei lá, o mago zarato lança uma magia no final de uma aventura que da errada, abre um portal que suga todo mundo e a galera vai pro inferno. Use a imaginação.
 Quanto a entrada, pode ser um feitiço ou ritual, uma entrada lacrada em um cemitério desolado, ou ate mesmo um poço no meio de uma terra amaldiçoada.
 Já o cenário, nem sempre é descrito no livro do jogador, e mesmo se for, o mestre tem todo o direito de criar a aparência do local. Eu, como fã declarado de Dantes inferno, adoto geralmente aquele cenário, aquela aparência em campanhas assim, com algumas modificações se precisas, mas sei lá quer usar algo mais cavaleiros do zodíaco (que não difere muito do de dante), com o elizeos bem no meio daquela merda toda, vai em frente, essa é a parte divertida.
mapa do inferno de cavaleiros do zodiaco

 E para encerrar, lembrem-se, o inferno é um ambiente hostil, com geralmente dúzias de encontros aleatórios, emboscadas, desafios totalmente insanos( como um rio de acido vermelho para atravessar a nado), coisas bizarras, também a recuperação funciona diferente, pois é mais dificio se recuperar em um lugar assim, agua e comida muito escassos ou inexistentes, e há o lance de ali é um deposito de pecadores, não se descartaria a hipótese de encontrar la um ou dois parentes ou parceiros já falecidos penando por lá...
 Ok galere, divirtam-se e não usem o truque do Beholder.

Fika a dika!

Comentários

  1. Cara, boas dicas!
    É bom postar essas informações, vou fazer algumas também no meu blog (também de RPG).

    VISITE >> http://dojodoguthem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado ae mano.
      Visitei o seu bloger, gostei muito do layout, e das postagen claro. ta de parabens!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário