terça-feira, 18 de agosto de 2015

Dica de mestre: Planejando uma "trilogia"

Eae, Eae!! Salve, Salve pessoal!! Yarles Silva aque de volta para vocês!! E se tem trilogias nos filmes porque não num RPG??


 Uma campanha é pouco pra isso



 Certas historias são booas demais para fazerem um filme só dela, e nos RPGS não seria diferente. Sim, nesse ramo de historias também existem as trilogias. Mas como criar uma se já é dificil o suficiente criar uma campanha? È isso que vou lhes mostrar jovens padawans.

 Primeiro, qual é o seu estilo pra mestrar? você só planeja tudo? só improvisa? um meio termo, tipo só planeja o mais importante? tenha isso em mente. Pra onde você quer que a historia ande? Assim você vai pode ter uma direção a tomar, escreva tudo isso num papel ou no bloco de notas do celular, e a partir das respostas que você escreveu pense, esse RPG ficaria bom extenso ou curto? Lembre-se que tem historias que cabem muito bem em apenas um filme ou livro...


 Decidido isso, caso você vá fazer mais de uma campanha, aconselho que você divida a mesma em pelo menos três partes, estipular quantas aventuras cada campanha vai ter também é uma boa dica que lhes dou.
 Vamos planejar agora cada campanha certo? errado. Não é uma boa ideia planejar cada campanha separadamente embora também possa dar certo, trate as três como um todo. Isso mesmo, ignore que existem divisões de uma para outra e planeje tudo de uma vez, como fazer isso? veja só.

 Pegaremos como exemplo a trilogia Batman de Christopher Nolan, se você parar e assistir os três filmes em sequência voce verá que da sim para encarar a historia toda como um filme só de mais de seis horas (haja pipoca no cinema). Porque cada filme é uma parte da sequencia normalmente usada para se contar historias: inicio, meio e fim.

 Pensando assim, no um, apresentamos ao publico os personagens principais (Alfred, Bruce, Gordon...etc) e damos um problema a ele para que ele saia de sua zona de conforto (os pais dele foram assassinados na frente dele), e após ele sair de sua zona de conforto e virar o batman damos outro problema a ele (Gothan vai ser destruida), apos ele vencer o problema, fim do inicio da historia (ou campanha).


 No finzinho do primeiro filme, o Gordon avisa ao batman sobre o coringa, e dando continuidade no meio da historia que e o segundo filme com o coringa como vilão, aqui o batman enfrenta um vilão que sai tocando terror e ferrando a vida do morcego como ninguém, analise algumas outras trilogias e você vai perceber que na maioria das vezes, a segunda parte é melhor que a primeira, porque isso? porque seguindo uma linha de raciocinio na primeira apresentamos os herois com um problema, no meio é o apice do problema onde ele apanha um bocado, e termina na batalha final logicamente no fim( o confronto de batman contra o Bane no batman 3).

 Uma aventura é uma missão que geralmente dara aos players satisfação imediata apos o termino e que se localiza em um local pequeno, uma campanha que é um conjunto de aventuras, geralmente tem um objetivo mais abrangente que só os herois, como salvar o mundo ou algo que vai repercutir bastante geograficamente e politicamente, imagine então uma trilogia?


Por fim, aconselho que quando forem planejar sua trilogia nos RPGs, lembre-se que após planejar a historia como um todo, por fim dividi-la para que os players ao final de cada campanha sintam que estão mais perto do final, faça-os sentir que conseguiram alguma coisa rumo a batalha final no terceiro ato de sua campanha.

Pósfacio

Bem galera, espero que tenham gostado. Fiquem com Deus e Fika a dika!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário